Onda de frio polar nos Estados Unidos já deixou pelo menos 10 mortos

Chicago (EUA), 31 jan (EFE).- Pelo menos 10 pessoas morreram por conta do frio polar que castiga o meio-oeste dos Estados Unidos, segundo a contagem provisória realizada nesta quinta-feira pelas autoridades, que informaram sobre o aumento de pessoas que procuram hospitais com sintomas de congelamento. Entre as vítimas fatais está um casal que morreu em um acidente de carro em uma zona rural de Indiana e três pessoas em Iowa, entre elas um estudante universitário de 18 anos que foi encontrado caído no campus da Universidade de Iowa. Além disso, um homem foi atropelado por uma varredora de neve em Illinois e outro aparentemente tropeçou e caiu fora de sua casa em Peoria, no mesmo estado, e morreu congelado antes de receber ajuda. A apuração também inclui duas vítimas fatais por exposição ao frio em Michigan, uma em Detroit e outra na cidade de Ecorse, enquanto um homem morreu diante de sua garagem enquanto retirava neve em Milwaukee. Houve, além disso, dezenas de feridos em vários acidentes em cadeia ocorridos em estradas escorregadias pelo gelo acumulado. Em todo o meio-oeste, os hospitais informaram sobre dezenas de pacientes atendidos por sintomas de congelamento. Segundo o Departamento de Saúde Pública de Illinois, neste estado foram registrados durante a quarta-feira pelo menos 30 ingressos em salas de emergência por congelamento e hipotermia. O frio continuava nesta quinta-feira com registros árticos em Chicago, com um previsão de 25 graus abaixo de zero durante o dia, que será aliviada um pouco com a chegada da neve na noite da quinta-feira e na manhã de sexta-feira. As temperaturas extremas, que obrigam a tomar diversas recauções para circular ao ar livre, são similares em Milwaukee (Wisconsin), Mineápolis (Minnesota) e Sioux Falls (Dakota do Sul) e Minnesota, onde na quarta-feira foi registrada uma sensação térmica recorde de 54 graus abaixo de zero. 75% da população dos Estados Unidos continental, o que representa cerca de 216 milhões de moradores, sofrem com temperaturas abaixo de zero. Esta onda de frio levou o governador de Michigan, Gretchen Whitmer, a pedir na noite de quarta-feira aos residentes do estado que não usem tanta calefação até o meio-dia de sexta-feira. O acontece, explicou, diante da extremamente “alta demanda de gás natural” e um incidente nas instalações de um fornecedor deste serviço, para assim “poder superar (este frio polar) com o menor dano possível” em seus sistemas elétricos. EFE

Postagem original. Data original: 31/01/2019 13h37.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se








Pergunta do Dia:

Quem deve tomar vacina?