• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Alunos de escola de Santos participam de ação para limpeza da Ponta da Praia

Poderia ter sido uma manhã de aula como qualquer outra, realizada dentro da classe, mas na terça-feira (24), cerca de 70 alunos de 8º e 9º anos da escola municipal Lourdes Ortiz (Ponta da Praia) foram até a praia participar de um mutirão de limpeza de microlixo na faixa de areia entre o Aquário e o canal 6.

A ação faz parte da comemoração dos 90 anos da unidade, além de também ser alusiva ao Dia da Água (22 de março), Dia da Terra (22 de abril) e Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).

Com luvas e sacos de plástico e de papel, os estudantes recolheram todos os resíduos que encontraram. “As pessoas poluem a Cidade e não gosto disso. Esta ação é legal para conscientizar sobre a conservação do meio ambiente”, disse a aluna Ana Vitória Belluzzo de Jesus, 13.
João Pedro Dantas, 13, também gostou de  colaborar com a iniciativa. “Já fiz a mesma coisa em outra escola em que estudei. Isso é importante para a natureza. Penso que todos precisam criar o hábito de trazer sacolas para a praia e recolher o próprio lixo”, completou.

Microlixos e resíduos

Durante quase uma hora, os adolescentes tiraram das areias diversos materiais, como preservativos usados, velas, tampas plásticas, cacos de vidro, latas de cerveja vazias, pedaços de madeira e plásticos em geral. Todo lixo foi separado e será recolhido pela coleta seletiva na próxima sexta-feira (27).

De acordo com a professora de ciências e responsável pela atividade, Kátia Rua, o objetivo é despertar no estudante um olhar para o bairro em que a escola está inserida; para as características do espaço e também para a questão ambiental. “Com este trabalho também podemos constatar o tipo e a quantidade de lixo descartado e como está a conscientização das pessoas que frequentam a praia”, explicou.

O jornalista Marcos Miguel França participou da ação como voluntário. “Gosto de colaborar com a escola e acredito que o processo de educação ambiental deve começar pelas crianças, a fim de formar cidadãos conscientes”.

Os professores da escola Liane Domingues, Marili Cordeiro, Ziza Santos e Luiz Carlos Lopes da Silva também acompanharam a iniciativa.

Postagem original. Data: 24-04-2018.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se