• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Apagão atinge Estados do Norte e Nordeste do Brasil

Um apagão afetou centenas de municípios das regiões Norte e Nordeste nesta quarta-feira, 21. A informação foi confirmada pelo Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), que ainda apura a dimensão do problema e suas causas.
O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que algumas das linhas que sofreram pane e provocaram apagão em Estados do Norte e Nordeste mais cedo já começaram a ser restabelecidas. Em entrevista, após se filiar ao MDB na sede nacional do partido, no prédio do Senado Federal, ele afirmou que as linhas que sofreram problemas fazem parte do complexo de Belo Monte.
“Recebemos agora no começo da tarde comunicado do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) que caiu uma linha de Belo Monte e uma parte do Norte e do Nordeste ficou fora, mas a informação que tive chegando aqui ao Congresso foi de que já estavam começando a serem restabelecidas algumas áreas. Não tenho informação mais precisa, mas foi uma interrupção em uma das linhas de Belo Monte”, afirmou.
A informação foi confirmada pelo ONS, que ainda apura a dimensão do problema e suas causas. Informações preliminares distribuidora Cosern dão conta de que houve queda de energia em todos os municípios do Rio Grande do Norte. A concessionária informou que outros Estados também registraram blecaute.
Dimensão
No Maranhão, todas as 217 cidades do Estado registraram o apagão a partir das 15h45, segundo a Companhia Energética do Maranhão (CEMAR). Em Manaus, no Amazonas, diversos bairros da cidade também registraram problemas.
Na região metropolitana de Salvador, a situação causou problemas no trânsito, já que todos os semáforos da cidade apagaram e  o metrô parou de funcionar.
Informações preliminares distribuidora Cosern dão conta de que houve queda de energia em todos os municípios do Rio Grande do Norte. A concessionária informou que outros Estados também registraram blecaute.
No Rio de Janeiro, os usuários relataram falta de energia em suas redes sociais.

Postagem original. Data original: 21 MAR 2018.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se