• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Assaltantes armados invadem marina e fazem reféns em São Vicente

Parte dos objetos roubados foram localizados no dia seguinte em Santa Cruz dos Navegantes

Uma quadrilha formada por cinco homens armados fez 14 reféns durante o assalto a uma marina em São Vicente, na noite de segunda-feira (23). Os reféns eram funcionários e clientes do local, que foram presos em um vestiário até que a quadrilha conseguisse fugir levando itens de valor. Até o momento, ninguém foi preso.

Os assaltantes, que estavam armados, segundo as vítimas, invadiram o local por volta das 18h30. De acordo com o depoimento de um funcionário à polícia, eles renderam todos que estavam na marina, obrigando as pessoas a deitarem no chão. O funcionário relatou que os reféns ficaram sob ameaça a todo tempo, enquanto a quadrilha procurava por objetos de valor. Ao fim da ação, a quadrilha trancou os reféns no vestiário. Neste momento, a proprietária da marina chegou, acompanhada de um amigo, e ao descerem do carro os dois também foram abordados pelos assaltantes, que levaram a dupla para o vestiário.

Segundo a polícia, eles ficaram cerca de 10 minutos trancados no local e, quando perceberam que a quadrilha já havia ido embora, saíram do vestiário. As vítimas constataram que várias portas do local foram arrombadas. Motores, eletrônicos e outros equipamentos foram roubados. Ainda não se sabe sabe como a quadrilha fugiu.

O caso foi registrado na Delegacia Sede da cidade, onde os envolvidos não identificaram os possíveis autores do crime nos registros fotográficos. Um investigador foi ao local para tentar apurar o crime mas, até o momento, ninguém foi identificado.

Na manhã de terça-feira (24), Policiais Militares da 5ª Companhia de Policiamento Ambiental Marítimo do 3° Batalhão de Policiamento Ambiental do Estado, em patrulhamento pelas proximidades da comunidade Pouca Farinha, no bairro Santa Cruz dos Navegantes, localizado em Guarujá, localizaram diversos produtos que haviam sido roubados da marina. Os produtos foram localizados no interior de uma embarcação de médio porte, em frente à comunidade Pouca Farinha, onde, segundo a Polícia Ambiental, há muitas atividades de pirataria. Os produtos estavam cobertos com lonas para tentar dificultar sua localização, Na embarcação, foram encontrados cinco motores de popa, quatro televisores, dois ventiladores, geladeira, ar condicionado, alimentos bebidas e outros. Segundo a polícia, equipes do policiamento marítimo continuam as buscas continuam por água e terra, sem previsão para o término.

Postagem original. Data: 24-04-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se