• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Estudante de Cubatão é aprovado em programa de verão do MIT, nos EUA: ‘Surpresa’

Um estudante de Cubatão tornou-se motivo de orgulho para a turma do 4º ano do curso de Informática integrado ao Ensino Médio, no Instituto Federal de Cubatão. Em meio a uma concorrência acirrada, Guilherme David, de 19 anos, conseguiu uma vaga no programa de verão ‘LaunchX’, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos. O feito foi motivo de comemoração no IFSP.

A iniciativa de ingressar no processo seletivo começou há alguns anos, após ele participar de grupos na internet com pessoas que compartilham suas experiências em cursos e outras atividades acadêmicas no exterior. “Quando vi o que era, olhei a oportunidade e pensei: ‘por que não tentar?’. É um programa de verão bem concorrido. Quem se dedica a esse programa são pessoas confiantes e que vão passar”, explica ele.

No IFSP, outros alunos já fizeram intercâmbios em outros países. Agora, ele será o primeiro representante da unidade nos Estados Unidos. Segundo David, o processo de aceitação foi cheio de exigências, mas, ainda assim, ele deu conta do recado. “Eles chamam de processo holístico, examinam cada detalhe de você como aluno, desde as notas até o que você faz fora da escola, como participação em olimpíadas científicas e projetos sociais. Isso tudo contribuiu para o currículo. Depois, temos uma entrevista de 15 minutos, justamente para testar o inglês”, explica.

Apesar da euforia, para ele e a família, a ficha ainda não caiu quanto à aceitação. “Fui com a cara e a coragem, uma surpresa para mim e para as outras pessoas. Tanto que eu não tinha falado para ninguém, justamente para não gerar expectativas”, diz.

A euforia, no entanto, por pouco não parou na primeira chamada: de cara, o MIT rejeitou sua inscrição, mesmo após toda a etapa de seleção. “Fui rejeitado na primeira chamada, que é mais uma prévia. Daí, fiquei na lista de espera. Ali desacreditei, mas, depois, acabei recebendo o e-mail de confirmação oficial”.

Agora, David se prepara para arrumar as malas e embarcar em um dos programas de verão mais concorridos, em uma das universidades mais conceituadas do mundo. Ele e outros 60 jovens de vários países ficarão de 15 de julho a 11 de agosto realizando estudos de tecnologia ligados ao empreendedorismo. “Criaremos uma espécie de negócio que, se eles se interessarem, darão continuidade”, explica.

Passar em um processo seletivo tão concorrido foi apenas uma das conquistas de David. Após ter a certeza que participaria do ‘LaunchX’, outra questão veio à mente: os custos. “Quando recebi a aprovação, já sabia que o programa custava U$ 6.200 (perto de R$ 24 mil na cotação atual). Eu não tinha como pagar. Mas eles têm um concurso de bolsas”, conta. Por sorte, o jovem também foi contemplado com o benefício. “Quando tornei pública minha aprovação, recebi a resposta da contemplação da bolsa. Agora, eu pagarei somente 2% de todo o custo do curso, o que dá cerca de U$ 100 (R$ 400). Foi muito bom”, comemora.

Para ele, as conquistas que o farão representante de sua comunidade no exterior são possíveis para qualquer pessoa. “Eu não tenho nada de anormal. Acho que diferença é uma palavra interessante. O reconhecimento é muito interessante, pois, de certa forma, eu estou inspirando outras pessoas. É gratificante”.

Postagem original Data: 21-05-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se