• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Guarujá celebra dia do Poeta do Mar, nesta quinta-feira (5), com programação especial

Advogado, jornalista e poeta. Esse foi Vicente de Carvalho, aquele que dá nome ao Distrito, que também é popularmente conhecido como “Itapema”. E nesta quinta-feira (5), a Prefeitura de Guarujá realiza uma programação especial, para comemorar a data homenageando o poeta que nasceu neste dia 5 de abril de 1866.
As ações vão acontecer na Praça 14 Bis e na Praça situada na confluência da Avenida Thiago Ferreira, com as Ruas Agenor de Assis e Rua Bahia, local este onde se encontra o busto do poeta, que foi instalado há 52 anos, em 1966.
A programação começa às 8h45 na Praça 14 Bis, com aulas de alongamento e funcional, atividades de dança, música, oficina de jiu-jitsu, serviços de saúde como aferição de pressão arterial e testes de glicemia, além de informações sobre prevenção às doenças como dengue, chikungunya e zika.
Logo após, às 9 horas, na Praça da Avenida Thiago Ferreira, onde se encontra o busto do poeta, a Prefeitura faz a abertura oficial das atividades, com a participação dos alunos da rede municipal, autoridades e convidados. No local, haverá o plantio de árvores, flores também serão colocadas no busto de Vicente de Carvalho. Depois é a vez do poeta Ivan Di Ferraz declamar poesia sobre o poeta.
Em seguida, o prefeito da Cidade, Válter Suman, assinará decreto instituindo o Dia do Poeta de Vicente de Carvalho, no calendário oficial da Cidade. Já às 10h30, de volta à Praça 14 Bis, o público poderá conferir a festa com a apresentação de fanfarras, dança pelos alunos da rede municipal, e teatro de fantoches, com os atendidos nos projetos sociais da Guarda Civil Municipal (GCM).
O encerramento das ações será na Praça 14 Bis, com a premiação dos alunos vencedores em concurso de redação sobre o poeta. Cerca de 2.700 alunos dos 5º anos do ensino fundamental I estiveram envolvidos na atividade.
Mais sobre o poeta – Nascido em Santos em 5 de abril de 1866, Vicente de Augusto de Carvalho era além de poeta, advogado, deputado, jornalista. Casou-se em 1888 com Ermelinda Ferreira de Mesquita em Santos, com quem teve quinze filhos.
Aos 20 anos se formou em Ciências Jurídicas e Sociais, pela Faculdade de Direito de São Paulo. Quando deputado se tornou membro da Comissão de Redação da Constituição do Estado de São Paulo e secretário de Interior, tendo abandonado a política logo após.
Dedicou-se à sua fazenda em Franca (interior de São Paulo), entre 1896 e 1901. Depois, retornou ao município de Santos onde se estabeleceu como advogado. Em 1907, foi para São Paulo, tendo sido nomeado juiz de direito no ano seguinte e, a partir de 1914, ministro do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo.
Na área do jornalismo, Vicente de Carvalho colaborou em vários jornais, como O Estado de S. Paulo e A Tribuna. Em 1889, fundou o Diário da Manhã, em Santos, e em 1905, O Jornal. Ocupou a função de redator nas revistas Ideia e República.
No ano de 1885 publicou seu primeiro livro Ardentias. Três anos depois veio Relicário (1888) e em 1902 publicou o Rosa, rosa de amor. A obra que marcou sua carreira de poeta, Poemas e Canções foi primeiro publicada em 1908 e teve 17 edições. Morreu em 22 de abril de 1924.

Postagem original. Data original: 04 ABR 2018.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se