• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Polícia Federal e Secretaria do Paraná já consideram a hipótese de Lula não se entregar

A Polícia Federal e a Secretaria da Segurança Pública do Paraná já trabalham com a possibilidade de Lula não se entregar em Curitiba, até as 17 horas desta sexta-feira (6), conforme determina a ordem de prisão expedida pelo juiz Sério Moro no fim do dia desta quinta-feira (5). Essa hipótese ganhou força após o ex-presidente do PT, Rui Falcão, declarar na manhã desta sexta que Lula não se entregaria.

A afirmação foi feita na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde o ex-presidente passou a noite e permanece com aliados e advogados de defesa nesta manhã. Nas ruas próximas ao sindicato não pára de aumentar o número de militantes, simpatizantes e membros de movimentos sociais ligados ao PT concentrados, gritando palavras de ordem a favor de Lula. Por volta das 11 horas, esse número já passava de mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Enquanto isso, em Curitiba, os policiais militares estão “de prontidão” para acompanhar a chegada de Lula à capital paranaense e eventuais manifestações, de acordo com a SSP-PR. O órgão ainda não havia identificou protestos em Curitiba até o momento.

Postagem original. Data original: 06-04-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se