• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Policial atira contra a mulher na frente do filho, se arrepende e se mata em seguida em Registro

Um policial militar aposentado, de 52 anos, atirou contra a própria mulher e, em seguida, se arrependeu e tirou a própria vida em Registro, no Vale do Ribeira. A polícia investiga a motivação do crime que, segundo testemunhas, teria acontecido após uma discussão entre o casal. A mulher passou por uma cirurgia, nesta segunda-feira (9), e não corre risco de morrer. Segundo informações da polícia, Adelmo José dos Santos Silva e Cláudia Nobre Santos Silva, de 49 anos, estavam dentro da própria casa, no bairro Jardim Caiçara 2, quando começaram uma discussão por um motivo que ainda não foi apurado. Durante a briga, Santos sacou a arma e atirou contra a mulher, que foi baleada no peito e caiu. Uma criança, identificada como filho do casal, foi quem avisou a PM sobre a ocorrência. De acordo com a polícia, a criança abordou uma viatura que passava pelo bairro e disse que o pai havia atirado na mãe. Quando os policiais chegaram ao local, encontraram Santos sem vida, com um tiro na cabeça. Cláudia estava ferida, mas consciente, e disse que tudo aconteceu durante uma discussão. Ainda de acordo com a polícia, a vítima foi imediatamente socorrida e encaminhada para o Hospital São João, onde passou por uma cirurgia, durante a madrugada desta segunda-feira (9), para a remoção da bala. A paciente permanece internada, em estado estável e não corre risco de morrer. O motivo da briga será investigado pela Polícia Civil.

Postagem original. Data original: 09-04-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se