Policial mata homem após briga por conta de playlist musical em bar de Itanhaém

Um desentendimento causado por conta de uma playlist que tocava em uma jukebox terminou com a morte de um homem, na madrugada desta segunda-feira (18), no bairro Jardim Jequitibá, em Itanhaém, no litoral de São Paulo. Segundo a polícia, a vítima, de 51 anos, teria interrompido a sequência de músicas colocada por um policial militar aposentado que, nervoso, o baleou no peito. De acordo com informações da Polícia Civil, o crime aconteceu dentro de um bar que fica localizado na Alameda Campos Elíseos. O ex-policial, de 64 anos, ouvia uma sequência de rock quando a vítima, identificada como Alexandre Oliveira Silva, de 51 anos, começou a mexer na máquina de música e tirou as músicas escolhidas pelo suspeito. Irritado, o suspeito, que mora em São Paulo e tem casa em um condomínio da cidade, começou a tirar satisfações com Oliveira. Após um período de discussão, ele foi até o carro, pegou um revólver e, ao retornar, disparou uma única vez no peito da vítima, sem chances de defesa. Segundo a assistente administrativa Gabriele Meira, de 25 anos, vizinha ao bar onde aconteceu o crime, Oliveira era uma pessoa querida pelos moradores do bairro, e tinha o hábito de ouvir músicas ‘antigas’ na máquina enquanto conversava com amigos no estabelecimento. “Quem viu a cena do tiro disse que, no mesmo instante, o policial colocou a mão e demonstrou arrependimento. Na mesma hora, ele saiu, fugindo, porque tinha um pessoal que queria linchá-lo”, conta. Segundo ela, o suspeito também é uma pessoa bastante conhecida na região. “Ele vem esporadicamente aqui. Toda vez que eles descem eles comem no restaurante, trazem os netos, os filhos, tem até uma neta que ele sempre traz aqui pra conversar com o meu filho. É bem gente boa. Ele mobiliza as pessoas pra comprar fogos no fim do ano. Ele surtou”, explica. De acordo com a polícia, uma viatura do Corpo de Bombeiros foi acionada para atender a ocorrência. Horas após ter deixado o local, o suspeito se apresentou à Polícia Militar e acabou sendo preso em flagrante. O boletim de ocorrência foi registrado no 1º Distrito Policial da cidade.

Postagem original. Data original: 19/03/2018 15h00.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se