• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Presidente do Santos atribui denúncias de abuso a política

“Isso é coisa de empresário que não tem mais entrada no clube”, disparou Peres.

O presidente do Santos, José Carlos Peres, convocou uma entrevista coletiva para a tarde desta quinta-feira (19) e falou por mais de meia-hora. De cara, ele tratou de defender o clube das denúncias de abuso sexual envolvendo o diretor da base santista, Ricardo Marco Crivelli, o Lica, que já foi afastado. Para o cartola, as acusações têm a ver com política.“O Santos vive um momento político muito forte e não há como separar esses atos da política, também”, disse Peres.

Ele se refere ao pedido de impeachment protocolado esta semana contra ele. O documento foi assinado por 22 conselheiros. Um outro pedido deve ser oficializado nos próximos dias. Para se defender, o presidente do Santos citou diversas vezes o caso da Escola Base, ocorrido em 1994, em São Paulo, em que, depois de acusações de abuso sexual, a Justiça arquivou o caso por falta de provas. Imprensa e Polícia Civil teriam sido precipitadas na divulgação de informações sem comprovação.

“O que o Santos fez é o que a lei manda. Você não pode demitir, porque estaria fazendo um juízo do que aconteceu. Primeiro, nós liberamos para ele se defender na Justiça e abrimos uma sindicância interna”, explicou.

O jogador Ruan Petrick, de 19 anos, denúnciou Lica por um caso de abuso sexual ocorrido em 2010, quando ele tinha 11 anos de idade. A Polícia Civil vem, desde sexta-feira (13), colhendo depoimentos sobre o caso. Se houver indícios suficientes, o caso é levado ao Ministério Público, que formaliza a acusação.

O presidente fez questão, ainda, de deixar claro que nunca defendeu Lica, mas pediu que ninguém o acusasse sem provas. “Não existe, em 20 anos de carreira, pelo que eu conheço, o que desabone o profissional. É uma folha de serviços prestado para o clube. Trouxe grande jogadores, mas nós não vamos aturar nenhum ato que desabone o clube. Se houver culpado, será desligado por justa causa”, disse Peres sobre Lica.

Peres diz que, desde o início de seu mandato, tem demitido centenas de funcionários do Santos, o que tem deixado muita gente insatisfeita. Na opinião do presidente, esse é o motivo para quererem tirá-lo do cargo. “Isso é coisa de empresário que não tem mais entrada no clube”, disparou Peres.

Postagem original. Data original: 19-04-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se