• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Ranking de ONG aponta: litoral tem quatro municípios entre os 10 mais violentos de SP em 2017; Santos é o 5° menos violento

Instituto Sou da Paz analisou casos de homicídio, estupro e crime patrimonial em 138 cidades em 2017: Lorena lidera lista. Itanhaém vem em 2°, Caraguatatuba em 4°, Peruíbe em 5° e Mongaguá em 10°

Estudo inédito do Instituto Sou da Paz revela as dez cidades mais violentas do estado de São Paulo. A cidade de Lorena, no Vale do Paraíba, lidera o levantamento da organização não governamental (ONG), que analisou casos de homicídio, estupro e crime patrimonial em 138 municípios paulistas em 2017.

Em contrapartida, São José do Rio Pardo, também no interior, aparece como a menos violenta do estado, de acordo com o ranking, que surgiu a partir da criação do Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV). O cálculo é uma média proporcional e considera outros dados (veja mais abaixo).

Confira, abaixo, a lista das dez cidades mais violentas do estado e seus respectivos índices, segundo o Sou da Paz:

Ranking com as 10 cidades MAIS violentas de SP

Ranking Cidade IECV
1º) Lorena 54,4
2º) Itanhaém 49,4
3º) Ibiúna 42,0
4º) Caraguatatuba 40,1
5º) Peruíbe 40,1
6º) Jandira 38,4
7º) Itapevi 37,2
8º) Guaratinguetá 33,8
9º) Andradina 32,6
10º) Mongaguá 32,2
Fonte: Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV) do Instituto Sou da Paz
E as dez menos violentas:

Ranking com as 10 cidades MENOS violentas de São Paulo

Ranking Cidade IECV
1º) São José do Rio Pardo 8,3
2º) Mococa 8,6
3º) Valinhos 8,8
4º) Piracicaba 9,8
5º) Santos 9,9
6º) Jaú 10,1
7º) São Caetano do Sul 10,3
8º) Artur Nogueira 10,9
9º) Indaiatuba 11,2
10º) Jaguariúna 11,2
Fonte: Índice de Exposição e Crimes Violentos (IECV) do Instituto Sou da Paz

Índice

O índice foi desenvolvido pelo Sou da Paz para funcionar como um termômetro de como a violência se comporta nessas cidades. Para isso, o IECV foi calculado a partir de quatro procedimentos estatísticos complexos:

Criação de taxas de crimes: cruzaram-se números absolutos dos índices criminais da Secretaria da Segurança Pública (SSP) com o número da população em municípios com mais de 50 mil habitantes);
Números-Índice: foram criados valores de 0 a 100 para cada tipo de crime, levando-se em consideração um cálculo envolvendo taxa populacional;
Subindicadores compostos: alguns crimes ganharam índices de gravidade para serem posteriormente usados nos cálculos acima.
Lorena
Lorena, por exemplo, teve a maior taxa de homicídios entre todos os municípios analisados: 31,8 assassinatos por 100 mil habitantes. A cidade tem mais de 87 mil habitantes, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Do outro lado da tabela, São José do Rio Pardo, com mais de 54 mil pessoas, não registrou nenhuma ocorrência de homicídio, latrocínio ou de roubo de carga.

Comparativamente, a taxa de estupros em Lorena foi 71% maior que em São José do Rio Pardo.

O relatório do Sou da Paz sugere que Lorena, Itanhaém, Ibiúna, Caraguatatuba, Peruíbe, Itapevi, Guaratinguetá e Andradina, além do 12º DP, Pari, na capital, precisam de investimentos para coibir esses índices criminais revelados pelo IECV.

Delegacias

Também foram analisados 85 distritos policiais da capital paulista. O 12º DP, no Pari, Zona Norte de São Paulo, é o que registrou mais casos relacionados aos três crimes no ano passado.

Já o 6º DP, no Cambuci, Zona Sul, é o que teve menos ocorrências de assassinato, crime sexual e contra o patrimonial, que abrange, por exemplo, latrocínio (que é o roubo seguido de morte), roubo, roubo de carga e de veículo.

Veja abaixo a relação dos 10 DPs com mais casos violentos registrados na capital:

Ranking dos 10 DPs com MAIS casos violentos na capital

Ranking Distrito Policial IECV
1º) 12º DP – Pari 63,9
2º) 4º DP- Consolação 38,1
3º) 45º DP – Vila Brasilândia 35,8
4º) 11º DP – Santo Amaro 34,9
5º) 90º DP- Parque Novo Mundo 34,8
6º) 49º DP – São Mateus 32,3
7º) 25º DP – Paralheiros 31,9
8º) 53º DP – Parque do Carmo 29,8
9º) 44º DP – Guaianazes 27,1
10º) 22º DP – São Miguel Paulista 26,6
Fonte: Índice de Exposição a Crimes Violentos (IECV) do Instituto Sou da Paz
E os dez DPs com menos ocorrências na cidade de São Paulo:

Ranking dos 10 DPs com MENOS casos violentos

Ranking Distrito Policial IECV
1º) 6º DP – Cambuci 9,4
2º) 57º DP – Parque da Mooca 10,3
3º) 16º DP – Vila Clementino 10,9
4º) 58º DP -Vila Formosa 11,0
5º) 28º DP – Freguesia do Ó 11,2
6º) 43º DP – Cidade Ademar 11,8
7º) 39º DP – Vila Gustavo 12,2
8º) 42º DP – Parque São Lucas 13,2
9º) 31º DP – Vila Carrão 13,6
10º) 15º DP – Itaim Bibi 14,0
Fonte: Índice de Exposição a Crimes Violentos (IEVC) do Instituto Sou da Paz
Sou da Paz
Para Ivan Marques, diretor executivo do Instituto Sou da Paz, o Índice de Exposição a Crimes Violentos servirá para o governo de São Paulo adotar políticas de segurança pública para investimentos na Polícia Militar (PM) e na Polícia Civil.

“Essa média ponderada do índice é um termômetro para o governo e para o cidadão. Dará um diagnóstico que vai revelar em que território as pessoas estão mais sujeitas a crimes violentos no estado”, disse Marques nesta quinta-feira (26). “É um alerta para a população ver se seu território está ruim ou não”.

O diretor sugeriu, por exemplo, que os habitantes de Lorena cobrem mais segurança das autoridades. “A população de Lorena, que está em primeiro no ranking, precisa cobrar do governo medidas preventivas e repressivas para melhorar essa posição da cidade no ranking de exposição a violência”.

A lista completa com o IECV das 132 cidades está no site oficial do Sou da Paz

Postagem Original Data: 26-04-2018

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se