• Responda à pergunta do dia e concorra a prêmios - Clique Aqui

Rodolfo Amaral (no Facebook) esclarece: “Prisão presidencial não é inédita na história do Brasil”

O anúncio da prisão do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva anunciada hoje vai movimentar o noticiário político por vários dias e no mundo inteiro. Seus admiradores prometem reagir, falam em arbítrio, golpe, entre tantas outras fundamentações. Não me cabe entrar neste mérito no momento, muito menos defender qualquer fundamentação de golpe. Deve-se, porém, evitar a mania de ineditismo que normalmente se insere no contexto e no discurso de algumas alas petistas. O Brasil, por motivos variados, acompanhou a prisão de vários outros presidentes, durante ou após o mandato. Estão nesta lista histórica: Hermes da Fonseca (1922); Washington Luís (1930); Artur Bernardes (1932); João Fernandes Café Filho (1955); e até mesmo Juscelino Kubitschek (1968). Jânio Quadros ficou confinado durante 120 dias em Corumbá, pelo Regime Militar, mas o ato não foi considerado historicamente uma prisão.

Artigo AnteriorPróximo Artigo

Deixe uma resposta

Entrar






Cadastre-se
Esqueceu sua senha?

Cadastre-se